domingo, 11 de maio de 2008


E no fim a gente acaba se conformando com as voltas e os acasos que a vida traz.
Mais não por não persistir e sim por falta de opção, correr atrás talvez fosse um jeito- pensava eu a alguns meses atrás- mais depois de um tempo a gente descobre que correr já não vale mais, bom mesmo é caminhar, pra ver se a vida espera, espera a poeira passar e quem sabe poder ver de novo as coisas boas que agora, estão totalmente embaçadas pelo simples fato da ausência!
E toda aquela expectativa de..'Agora vai dar certo, e voltaremos a ser nós mesmas, como sempre' vai abaixo.
E eu começo a desistir, desistir com um enorme aperto no coração. Aperto de tristeza por saber que de nada adiantou e que não fez 'sentido' algum, olhando do ponto de vista oposto.
Negar toda a tristeza de nada adianta, mais pra que expô-la se eu tenho certeza de que ela não vai vir aqui e ler isso, porque ela realmente não se importa.
Mais é como se diz, a vida da voltas e um dia talvez ela perceba todos os erros. e esse dia nós iremos nos abraçar com a certeza de que tudo vai ser pra sempre.
E é como dizem, tudo passa..pois é, passa e a gente acaba se conformando com tudo. Não é porque uma das minhas melhores amigas não está nem aí pros meus sentimentos e não está nem aí pela dor que isso causa, que eu vou me preocupar, não é mesmo? hahaha.
Isso parece patético!
Mais é realidade, eu tenho aqueles que se preocupam e isso já é o bastante, eu tenho aquelas que viajam uma hora e meia só pra vir pra minha casa, porque é que eu devo me importar pra aqueles que não demorariam cinco minutos pra estar aqui, pra me dar um abraço, pra me dizer um Oi..e não o fazem.
Eu vou mesmo é ser feliz. Sem me preocupar com as "besteiras" da vida, um dia ela há de se arrepender e talvez eu ainda esteja aqui, de braços abertos, ou não.

Um comentário:

Caaa :) disse...

ou não. Ou não!