quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Gêmula.


Marina, mesmo quando eu digo tudo, é sempre muito pouco pra você.

Você já deve saber, mais vale à pena relembrar... Você sempre foi alguém que nos deixava um tanto quanto ansiosos.
Quando éramos apenas um feto, era por vo que nós esperávamos dias, semanas, pra nos enfurnar dentro daquela sua casa, às vezes suja... Mais com um cheiro de imaginação que tanto nos encantava... Você fazia com que os nossos fins de semana passassem como num piscar de olhos e até hoje você traz a Raquel das nossas brincadeiras, dentro dos seus olhos de criança... Lembrando que nós sempre queríamos mais... Porque as nossas brincadeiras nos fizeram o que somos hoje, quando você era a Raquel e eu era a Kely, numa brincadeira aonde arrumávamos tudo e queríamos ser irmãs, aonde não bastava o nosso verdadeiro parentesco de primas. Hoje nós temos essa certeza de que realmente somos essas irmãs da infância, somos crianças até hoje e isso faz com que a nossa essência permaneça intacta e viva dentro de cada uma de nós... E assim como naqueles tempos, até hoje, é por você que nós sempre esperamos... Agora, você não traz mais só essa sua alegria tão viva, você traz consigo, toda uma beleza encantadora, você traz um ar de aconchego e ainda sim a descoberta pro novo.

E é inevitável não dizer sobre você e essa sua essência tão viva. Você é o açúcar mascavo mais doce que se pode falar, e pra você eu desejo tudo àquilo que tanto nós demonstramos, eu desejo esse AMOR. Foi com ele que nós caminhamos durante essa vida toda, foi por causa dele que nós nos tornamos o que somos hoje, é por ele que nós manteremos tudo vivo na memória. Que durante toda a sua caminhada, haja um fio de esperança correndo ao seu lado. Que a sua felicidade seja como o sol, que nasce todas as manhãs e que mesmo por entre as nuvens, você sabe que está lá e que com toda a certeza do mundo, ele vai aparecer. Que os seus sonhos sejam à força dos seus dias e que seja por eles que você acorda todas as manhãs e que essa paz que você traz nunca se esvaia. Você é como essência de bolo, que nós colocamos pra dar cheiro e um colorido especial. Com você o mundo sorri mais vezes, ele gira com todas as cores possíveis, você faz saudade e faz falta.
Obrigada por partilhar todas as suas conquistas, vitórias e derrotas durante essas tantas primaveras, obrigada por nos ajudar a ser quem somos e por partilhar quem você é.

Sem você, nada teria graça. Eu te amo muito, minha gêmula e eu te quero, pra vida toda. Parabéns!

ps.: Siga as letras em negrito.

2 comentários:

ninaoumah disse...

LIIIIIIIIIIIIIIIIII!
vc é muito foda. minha gêmula.
eu amei a mensagem super subliminar.
eu amei tudo!

Apesar de todas as mudanças em nós... eu nunca vou deixar de ser sua gêmula.
e espero que vc saiba que quem traz renovação e espectativas em mim, sempre foram, e sempre serão vcs.
Te amo, muito... Obrigada mesmo. E espero que nossa criancice nunca acabe mesmo com a maioridade, com a terceira idade, o que for.

Caaa :) disse...

owwwwwwwwwwwwwwwwwwn, foi muito bom!
Mas você acabou com a surpresa escrevendo ela no fiiim, Li. UOIAEUIOEAUIOAE :)

Muito lindo, mesmo.