quinta-feira, 26 de março de 2009


Sentimentos não são folhas de papéis em brancos que se encontram em latões de lixo de escolas. Eles podem não ser muito bem definidos, más não são papéis em brancos. São folhas coloridas e sortidas, com desenhos, formas e aparências especificas.
Eles são como quaisquer outros.
Eles mudam a cada novo amanhecer.
Eles mudam conforme humor.
Mudam conforme tratamento.
Mudam conforme aproximação.
Mudam pelas aparências.
E mudam de novo pelas não aparências.
Eles mudam pelo que são.
Mudam por aquilo que não são.
Mudam.
Amanhã pode ser que mude.
Ou não.

Um comentário:

Caaa :) disse...

Meu, as suas comparações são sempre geniais.