domingo, 30 de março de 2008

Tá tudo assim, tão diferente, mais eu não gosto!

É, está tudo assim tão diferente.
Mais não é desse jeito que deveria ser, ele pode se tornar a mesma pessoas. Eu apenas não sei o que fazer, pra 'ajudar' ou colaborar.
Eu confesso, eu morro de saudades daquelas piadas, daquele seu bom humor, das frases de efeito que cortavam, das suas zuações diante de mim, eu sinto falta daquele velho amigo que eu tinha. E eu queria poder dizer, que mesmo assim, talvez um pouco mais afastados, que eu não me esqueço de nada. E eu desejaria, do fundo do meu coração que tudo voltasse a ser do mesmo modo, não tem porque não ser! É uma questão de permitir, esquecer tudo aquilo que te chateou ou chateia. Vamos, eu sei que você pode.
Sorria novamente. Irradie a mesma felicidade que vc irradiava.
Os seus amigos ainda são os mesmos.
E eu te garanto, estarei aqui quando vc precisar, quando vc não precisar ou pra qualquer hora. E mesmo que vc pense que eu não sou a mesma, eu SOU A MESMA, aquela que vc implicava todos os dias, aquela que vc pensava que era papel porque riscava todos os santos dias, aquela que ainda te considera essencial e especial.
Se sinta único, porque acredite, você é.
Vc faz falta, vc faz saudade, vc faz a diferença.
E não há porque não se sentir assim, especial...Você é e sempre foi.
Lembra? eu amo você, meu querido amigo, é eu gostaria que vc não esquecesse. Eu sinto a sua falta. E sinto que ainda tem muita água pra correr.
Seja o mesmo, seja você. O mundo te sorri, sorria pra ele também.
Você já é parte da minha vida e quando eu contar aos meus netos como foi a minha adolescência, vc estará em todas as partes, você entrou e eu não quero que saia.
Vamos lá, não saia!
É isso, eu quero você por perto e eu quero que vc saiba, a nossa história continua e ainda tem muito pra acontecer, não vale a pena simplesmente 'desistir' ou sair de fininho, como se nada valesse a pena,pois vale!
Todos os risos e todas as histórias, não é porque algo aconteceu, que tem que persistir!
Luxiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiinha, você sabe, eu adoroo, muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiito você! Eu amo você!
Vamos lá, nos permitamos sermos os mesmos! ;)

Um comentário:

Larie Stracci; disse...

Ah, que lindo esse texto!
Eu acho que não só o Luxa, mas as coisas mudaram muito de um tempo pra cá!
Todos com todos, nada mais é igual!
E eu acho isso uma pena!
É dificil até pra gente se acostumar, com tanta briga, tantas opiniões diferentes, tantos pontos de vista!

Eu realmente espero q tais pessoas mudem o esse modo de ver a vida, e possam um da, voltar a ser o que eram!

~Você escreve muito Li! Humlilhhhaa!