segunda-feira, 28 de julho de 2008

Vem comigo?


Sem dizer nada, você já encanta, já transforma qualquer cara feia em sorriso. Dizendo então, não existe explicação!
Eu queria poder passar por essas palavras o quão importante, especial, a melhor e toda uma lista de qualidades que você tem e é, mais você sabe, eu sei e todos sabem o quanto é impossível, simplesmente porque pra você, não há explicação.
Como Ana Carolina mesmo diz..Se não fosse o teu abraço, eu compraria um moletom, e agradeço por não precisar comprá-los, eu tenho você.
'Antes do inteiro a metade, uma outra parte de nós',ou seja, a minha metade.
Você é amontoado de coisas boas que um dia eu tive a felicidade de conhecer e reconhecer, e eu queria muiito poder dizer milhares de qualidades só suas, especificas e que te fazem ser como você é e me cativar cada vez mais, sim..cativar, você é tão boa nisso, mais seria muito pouco.
Agradecer seria uma forma justa de reconhecer o que você tem feito, mais um tanto quanto 'inutil' também, afinal, eu preciso disso, eu preciso dessa sua implicância, eu preciso dessa sua maneira tão peculiar..
E a que tudo se resume, é que ninguém conseguiu decifrar tudo... porque uma de minhas mãos está em meu bolso, e a outra está, sempre, com você.
Nossos caminhos cruzaram-se naquele carnaval, a mais de dois anos atrás. Desde então você faz e acontece na minha vida.
Tudo isso é muito nítido, inquieto e extravagante. É um universo nosso e que esse amor só aumente, e que ele traga sempre carnavais.
Você me conquistou... e seu sorriso me engoliu completamente... e eu não tive outra escolha. Afinal, como consegue?
Me ensina a transmitir vida em tudo que você faz? Deixar tudo mais extravagante e doce?
É, te escolhi na melhor casa de doces do mundo... e agora vou cuidar e levar comigo. Não importa como...!
Obrigada por segurar tudo do outro lado, por permitir ser o que quiser comigo, por ouvir, pelo sinal de paz... por cuidar tão bem do meu coração e o alimentar com essa sua doçura!
Não há mais ninguém no mundo que irá ser o meu ponto de saída e o de chegada, que será livre e dedicada, durona e extremamente amável... porque juntas estaremos triste, mas sorrindo!
Tenho você guardada nesse meu coração à sete milhões de chaves. E tudo o que for meu, será teu. Tudo, sem tirar nem por.
Minha nuvem de algodão doce, meu riso fácil, minha tranqüilidade mais explosiva, meu infinito... meu coração é teu.
Daqui pro futuro falta apenas um segundo.Vem comigo?

Um comentário:

Caaa :) disse...

Vou!

Justo eu, que vivo descrevendo as pessoas e dando mil substantivos pra tentar adjetivar o que elas são pra mim.
Justo eu...
Não digo que eu não esperava que você escrevesse (mesmo porque você me contou) e nem que eu não esperava que fosse muito muito bom, mas eu não esperava que seria tão eu, eu não esperava que eu me visse tanto no seu jeito de unir as palavras, não só no que está escrito, mas até nas entrelinhas.

Eu não sei o que dizer, Li. Eu espero que eu realmente seja tudo isso o que você acha que eu sou.

Que esse segundo dure muito pra eu poder te abraçar ainda tantas e tantas vezes e que as nossas mãos estejam sempre dadas, daqui até a eternidade.